Zooparque Itatiba

O Zooparque Itatiba, fica no interior de São Paulo, está localizado a  88 km de São Paulo e a 45 km de Campinas. Foi inaugurado na década de 90, o maior Zoológico particular do Brasil, que possui como principal meta priorizar a qualidade de vida e o bem estar animal. Ele possui 500 mil m² de área verde é um local com belas paisagens e trilhas temáticas, o zoológico não tem muita infra-estrutura para receber cadeirantes ou pessoas com carrinho de bebê, o passeio é realizado por trilhas largas, porém o chão não é liso e possui algumas ladeiras. Não é impossível ir com carrinho, mas exigirá um certo esforço para empurrá-lo. 😉

Essa foi nossa segunda visita e ele só melhorou! A caminhada é um pouco longa, cerca de 3km, mas a Sofia não reclamou nenhuma vez! Há muitas sombras e bancos  para paradinhas, para ser bem sincera, só paramos para ver a alimentação dos animais.

Logo na entrada você verá Araras azuis e entrará em um local fechado onde os pássaros ficam soltos.

Os animais são lindos e o fato de não ter gaiolas entre os visitantes e eles nos dá uma sensação melhor.

As crianças conseguem ver com facilidade, o único local que tivemos que levantar a Sofia foi nesse lago, por conta das plantas e no final do passeio, onde os animais ficam num local mais fundo. As placas dentro do zoológico são em três idiomas, Português, inglês e alemão.

São três trilhas temáticas:

  • Expedição Pantanal: é a primeira, super tranquila há painéis didáticos explicando sobre a importância desse ecossistema.
  • Expedição Amazonas: Essa trilha é um pouco mais “radical”, possui uma ponte pênsil, há inclusive um local com ossos de animais e aquários com espécies da amazônia.
  • Expedição Mata Atlântica: Nela há alguns viveiros com espécies da mata Atlântica e algumas interações por meio de placas.

Em nenhuma dessas trilhas é possível ir com carrinhos e pessoas com muita dificuldade de locomoção também não conseguirão andar.

Adorei as placas explicando sobre os animais!

Continuamos o passeio e chegamos a Lanchonete dos Elefantes que fica bem perto dos Elefantes e Hipopótamo, convença seu filho a usar esse banheiro, depois só na saída do Zoológico. Há trocador no banheiro feminino, porém não tinha sabonete. 🙁 O percurso é um grande circulo, você não consegue sair no meio do caminho, precisa fazer o trajeto todo.

Demos sorte e vimos a alimentação dos Elefantes e Hipopótamos, o biólogo do Zoológico nos explicou os hábitos alimentares e o motivo pelo qual eles treinaram esses animais.

Curiosidades: Os hipopótamos a partir dos 30 anos podem apresentar feridas na boca que podem evoluir para uma infecção generalizada e consequentemente a óbito. Por isso os hipopótamos do Zooparque só recebem o Repolho, que é um lanche da tarde, após mostrar a boca para o tratador! Os elefantes apresentam problemas nas patas, então eles precisam mostrar as patas para receberem bananas no “lanche” da tarde.

As alimentações são variadas e em diferentes horários a cada dia da semana, demos sorte, pois não vimos nenhuma placa na entrada do parque informando sobre os horários da alimentação dos animais.

Continuamos o passeio e fomos ver a Alimentação das Girafas, ficamos sabendo pelas pessoas que estavam próximas a nós, o pessoal do zoológico nos deu um papel com um número para o sorteio e algumas famílias sortudas foram alimentar as girafas. Nós não fomos sorteados. ;-(

Depois fomos visitar o Berçário dos animais, há cobras, pequenas rãs, aranhas e os ovos sendo “chocados”.

Passeando pelo zoológico encontramos funcionários carregando pequenos animais, as crianças podem passar as mãos e tirar dúvidas.

Na saída do zoológico, há uma Mini Fazendinha, onde as crianças podem tocar em alguns animais domésticos  e também há uma horta, a Sofia amou esse espaço. A mini Fazendinha fica atrás do restaurante.

Após todos esses passeios ainda há opção das crianças brincarem em um parque que possui uma cadeira tipo tirolesa e um parque bem feito, com um escorregador em formato de cobra.

Ainda é possível andar de pônei ou brincar naquelas bolas sobre a água. Esses dois passeios são pagos a parte.

Há uma loja do zoológico, você encontrará animais de pelúcia e outros itens e o quiosque para comprar a foto com moldura do Zoológico. Os fotógrafos tiram as fotos logo na entrada do parque.

Nós visitamos o Zooparque no período da tarde, chegamos por volta das 14 horas, saímos às 17 horas, a Sofia brincou no parquinho até começar a escurecer, por volta das 18 horas.

Dicas para aproveitar melhor o passeio:

  • Embora tenha bastante árvores, leve chapéu e protetor solar,
  • Leve água,
  • Leve Frutas e comidinhas, pois só há lanchonete no meio do percurso ou na entrada do Zooparque,
  • Vá em um dia em que as crianças estão dispostas para andar.
Onde Comer
Há um restaurante com serviço de Buffet Self Service aos finais de semana com pratos quentes, saladas e sobremesas e durante a semana oferece serviço a La Carte, lanches e porções.
Lanchonete oferece lanches, salgados, sucos e sorvetes.
Lanchonete dos Elefantes: Fica dentro do zoológico, oferece sanduíches, porções, sucos, refrigerantes e cervejas. Eles realizam festas de aniversários e confraternizações.
Valores de 2017, para consultar os valores atualizados clique aqui:
Crianças até 2 anos : Gratuito
Crianças de 3 a 11 anos: R$ 19,00 
Adultos ou crianças acima de 12 anos: R$ 39,00
Idosos (a partir de 60 anos): R$ 20,00
Estudantes e Professores (com documentação): R$ 19,00
Estacionamento: R$ 10,00 a diária.
O Zooparque funciona diariamente das 9h às 17h.
Aproveite melhor os passeios com as nossas dicas!
Curta nossa página nas redes sociais!
Você já visitou o Zooparque? Conte para gente!

2 comments

  1. Me hospedei (em outubro de 2016) num hotel na estrada na entrada do zoo parque, pois estava voltando de caldas novas. Lazuli o nome. La eles dão ,como cortesia, a entrada para o zoo. Só pedir na recepção. Como eles tem um número de cortesias, pode ser que no fim do mês já tenham esgotado… o hotel é ótimo!! Recomendo muito a estadia.
    Ja o zoo é incrivel!! Vale a visita!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *